sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Eu sei


E se eu te disser que não, não acredito que você tenha me esquecido, que não acredito que não queira ficar comigo, que não acredito e ponto final. Simples. Bem assim mesmo, e digo com toda certeza do mundo. Convicta de cada palavra dita.
Que sei que cada uma daquelas que você pegou por aí, por motivos incontáveis e que não vem ao caso agora, que nenhuma delas significou nada pra ti. Beijos de uma noite, carinho descartável e superficial, papos pouco aproveitáveis, quando havia, e que com nenhuma tu criou laços, que nenhuma fez teu coração bater mais forte.
Que nas festas quando eu não me fazia presente, faltava alguma coisa. Mulheres lindas por todo o lado, luxúria, curtição, mas nada disso fazia tanto sentido quanto se eu estivesse presente, mesmo que só dançando contigo, sim, tu sabe o quanto eu gostava de dançar contigo.
Que às vezes que tu me procurava com o olhar, e eu via e fingia não perceber isso, no fundo morria de felicidade por dentro. Tu ficava contente só de saber que eu estava por perto, e tinha sim medo de me perder pra outra pessoa, tamanha a quantidade de vezes que te vi bravo olhando eu conversar com alguém. Sim, pra ti todos eram teus rivais.
E eu não acredito que não fique feliz quando me vê, pois não sabe nem ao menos disfarçar isso. Quando falo contigo, quando sabes que eu me preocupo, quando te mando mensagem e sim, quero sempre saber se tu tá bem. Me interesso pela tua vida, me divirto demais contigo, quero te cuidar e jamais quero teu mal. Admito, ainda tenho medo disso tudo. E, sei com toda certeza do mundo, que tudo isso não existe só aqui.

D.M.
           

Um comentário:

Tay disse...

Day sem comentarios para o texto....perfeito....diz tudo....como tudo que vc escreve!!!!!
te adorooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo minha dupla dinamica.....to morrendo de saduades!!!!
beijosss!!!